Semana NIGS Semana de Ensino Pesquisa e Extensão

12/11/2015 09:02

Os estandes da SEPEX vão estar montados no campus Florianópolis da UFSC entre os dias 11 e 14/11.

Quem se interessa por questões de identidade de gênero pode passar pelo estande do Instituto de Estudos de Gênero (IEG) e conversar com o pessoal da equipe sobre o trabalho desenvolvido na UFSC.

E na quinta-feira tem um espetáculo de dança que ajuda a refletir sobre o capacitismo, confira no link da nossa página do Facebook.

Vencedores do Concurso de Cartazes NIGS

21/10/2015 09:44

Lista com os vencedores de cada uma das categorias do nosso Concurso.

POPULAR PRESENCIAL – ENSINO MÉDIO: “Viva a diversidade” EEB Cel. Antônio Lehmkuhl; “Educação liberta” Instituto Federal Catarinense – Camboriú; “Lesbofobia” EEB Cecília Rosa Lopes.

POPULAR FACEBOOK: “Diga não ao preconceito, aceite o amor” EEB Cel. Antônio Lehmkuhl; “O amor não tem opção sexual, o amor acontece” EEB Cel. Antônio Lehmkuhl; “Gay is okay” EBM Beatriz de Souza Brito.

JÚRI CIENTÍFICO – EJA: “Diga Não a homofobia” EJA Núcleo Centro 2 – Saco Grande/Serrinha; “Seja” Presídio Regional de Tijucas – CEJA; “No nosso vocabulário não existe homofobia” EJA Núcleo Centro 2 – Saco Grande/Serrinha.

JÚRI CIENTÍFICO – ENSINO MÉDIO: “Qual a cor e orientação do seu preconceito?” EEB Cel. Antônio Lehmkuhl; “A diversidade é natural, a intolerância não” EEB Prof. Laércio Caldeira de Andrada; “Prisão sem muros” EEB Dr. Paulo Fontes.

POPULAR PRESENCIAL – ENSINO FUNDAMENTAL: “Como Deus não comete erros, estamos no caminho certo” EEB Cel. Antônio Lehmkuhl

JÚRI CIENTÍFICO – ENSINO FUNDAMENTAL: “O amor significa respeito” EEB Zulma Becker

JÚRI CIENTÍFICO – EDUCAÇÃO INFANTIL: “Ninguém é igual a ninguém” CAIC Prof. Febrônio Tancredo de Oliveira; “Respeito e amor para todos” Creche Idalina Ochôa; “Respeitando as diferentes organizações familiares” Creche Idalina Ochôa.

EDUCADORAS(ES) DESTAQUE: Maria Gabriela Abreu, Robson Fernandes, Patrícia Alves, Maria Luiza Lopedote, Érica Gonçalves, Rosa Cristina Costa, Simone Carpes Paternoster.

Veja os cartazes na nossa página do Facebook.

Venha conhecer os cartazes do VII Concurso de Cartazes sobre Lesbo-Trans-Homofobia e Heterossexismo nas Escolas

07/10/2015 11:47

Alunas e alunos de 37 escolas produziram centenas de cartazes para o maior Concurso de Cartazes que o NIGS já realizou. E a partir dessa sexta-feira, dia 8, você pode conhecer resultado desse trabalho.

O QUE: Exposição do VII Concurso de Cartazes sobre Lesbo-Trans-Homofobia nas escolas, com urnas para que os visitantes votem em seus cartazes favoritos e elejam os premiados.

QUANDO: De 08/10 a 16/10, de segunda a sexta no horário de funcionamento da UFSC (entre 08:00 e 22:00).

ONDE: Hall do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH). 

Equipe do Papo Sério começa as visitas ás escolas na semana que vem

17/09/2015 11:17

A equipe do projeto Papo Sério, ligado ao Núcleo de Identidades de Gênero e Subjetividades, estará visitando as escolas inscritas no VII Concurso de Cartazes sobre Lesbo-Trans-Homofobia e Heterossexismo a partir desta segunda-feira, dia 21 para conhecer os trabalhos produzidos pelas alunas e alunos.
Entraremos em contato com cada uma das escolas para decidir os melhores dias e horários para essas visitas, durante as quais serão escolhidos os cartazes vencedores dos prêmios NIGS. Professores e profissionais da administração da escola que possuam alguma dúvida sobre as visitas podem entrar em contato através do e-mail

Ligue 180 pelo combate a violência contra a mulher

16/09/2015 09:13

Nós do NIGS, como da Secretária de Políticas para as Mulheres(SPM) e grupo comprometido com o fim da violência sexista que atinge mulheres em todo o país, gostaríamos de lembrar a que o Governo Federal conta com a Central de Atendimento à Mulher, telefone 180. Desde ano passado o 180 funciona como disque-denúncia, possibilitando que qualquer um que tenha conhecimento ou suspeite de um caso de violência contra a mulher, denuncie o caso de forma completamente anônima.

Faça aqui sua inscrição para o VII Concurso de Cartazes contra Lesbo-Trans-Homofobia e Heterossexismo nas escolas

09/09/2015 11:50

O VII Concurso de Cartazes contra Lesbo-Trans-Homofobia e Heterossexismo encerra as inscrições para novas escolas nessa sexta-feira, dia 11.

Se você, profissional de educação, deseja inscrever sua escola, preencha o formulário de inscrição aqui.

Lembrando que qualquer escola pública de ensino básico (infantil ao médio, incluindo EJA) pode participar e a não existe custo de inscrição.

Os cartazes devem ser inscritos até o dia 25 de setembro e a exposição acontece na UFSC entre os dias 6 e 16 de outubro.

Para conferir todas as regras e informações sobre o Concurso acesse o edital.

Resultado do Edital de seleção de bolsistas

09/09/2015 11:05

Está disponível para consulta o resultado do processo de seleção de bolsistas para o NIGS e o IEG.

Foram 2 bolsistas para projetos específicos (um@ para o Papo Sério e outr@ para o Mundo de Mulheres) e 2 para funções de apoio especializadas (informática e assessoria de imprensa).

Mais informações aqui.

Edital de Seleção para Bolsistas 2015-2

24/08/2015 11:22

O Instituto de Estudos de Gênero (IEG) e o Núcleo de Identidades de Gênero e Subjetividades (NIGS), vinculados ao Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH) da Universidade Federal de Santa Catarina, tornam público que estão abertas as inscrições para o processo seletivo de bolsistas de estágio e extensão para atuar em diferentes projetos ligados aos estudos feministas e de gênero.

O edital é aberto para todos os cursos de graduação da UFSC e estimula-se a inscrição de estudantes negras/os, indígenas, com deficiência e pessoas trans. Confira abaixo:

Edital de Seleção

 

Para mais informações:

E-mail: 

Telefone: (48) 3721-6440, com Adriana Barth, no período das 09:00 às 13:00 horas.

Pesquisadora do NIGS participa de fórum temático

18/07/2015 15:21
Entre os dias 19 a 22 de julho de 2015, a antropóloga Jainara Oliveira, pesquisadora do NIGS/UFSC e doutoranda em antropologia do PPGAS/UFSC, participará do Fórum Temático “Gênero e sexualidades: perspectivas transregionais e transdisciplinares”, como palestrante e debatedora, e, como expositora de comunicação oral no Grupo de Trabalho “Antropologia das Emoções e da Moralidade”, as duas atividades integram a programação da V Reunião Equatorial de Antropologia e XIV Reunião de Antropólogos do Norte e Nordeste, realizadas em Maceió, Alagoas.

Evento sobre os 40 anos da independência de Cabo Verde terá palestra sobre Violência na Relação de Gênero

02/07/2015 11:01

Palestras e atrações culturais com o tema “40º Aniversário da Independência de Cabo Verde: o que mudou nesses quarenta anos” serão realizadas no auditório do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH), no dia 2 de julho, às 14 horas. O objetivo é promover um debate entre professores, estudantes africanos, e a comunidade acadêmica da UFSC sobre o tema, visando promover um melhor conhecimento da história e da cultura de Cabo Verde.

Programação do Evento:

14h- Cerimônia de abertura;
14h20 – Palestra: Teatro Pós -independência –  Professor Helder Antunes
14h50 – Atuação cultural
15h – Palestra: Violência na Relação de Gênero – Mestra Carmelita Silva
15h30 – Atuação cultural
15h35 – Intervalo
15h55 – Atuação cultural
16h – Palestra: Sucesso/Insucesso de Estudantes no Estrangeiro- Dr. Gastão Frederico
16h30 – Apresentação das potencialidades turísticas das ilhas de Cabo Verde- Graduandos
17h – Cerimônia de enceramento.

Mais informações no site.

Conheça Carmelita Silva:
Carmelita de Afonseca Silva é licenciada em Sociologia Vertente Ensino pela Universidade Jean Piaget de Cabo Verde (2005), Mestre em Ciências Sociais, pelas Universidades Pública de Cabo Verde (Uni-CV) e Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) (2010) e Doutoranda em Antropologia Social na Universidade Federal de Santa Catarina. Professora na categoria Assistente Graduado do Departamento de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Pública de Cabo Verde desde 2008, atua no Programa de Graduação em Ciências Sociais da mesma universidade. Foi Diretora do Centro de Investigação e Formação em Gênero e Família (CIGEF) da Uni-CV (gestão 2010-2013), onde se desenvolvem pesquisas, ações de formação e atividades de extensão universitária nos domínios de: Interações e Dinâmicas Familiares; gênero e relações de poder; gênero e migrações, gênero e violências e Gênero e desenvolvimento. Professora visitante na Universidade Complutense de Madrid (Outubro-Novembro de 2012). Membro de grupos de pesquisas inter-universitárias: Na Universidade de La Laguna – Canárias (Educação para o desenvolvimento sustentável), Universidade de Lousanne Suíça (Feminização da luta contra pobreza e as organizações não governamentais), Universidade de Brasília (Transformações do mundo de circulação nas formas estabelecidas de sociabilidade). Desenvolve pesquisas nas áreas de: Gênero e relações de poder nos espaços doméstico e público; Interações e dinâmicas familiares na contemporaneidade; mobilidades no espaço CEDEAO e seus efeitos na reconfiguração identitária; impacto das desigualdades sociais na e perante a escola e a Violência Baseada no Gênero (VBG) em Cabo Verde.

(fonte: Currículo Lattes)

MINICURSO

05/05/2015 11:03

“Políticas de Sexualidade e Gênero na América Latina” discutidas em minicurso

O professor Mario Pecheny ministra o minicurso “Políticas de Sexualidade e Gênero na América Latina”, organizado pelo Curso de Especialização em Gênero e Diversidade (GDE), Instituto de Estudos de Gênero (IEG) e Núcleo de Identidades de Gênero e Subjetividades (NIGS), entre os dias 15 e 20 de maio. Pesquisador da Conicet (Consejo Nacional de Investigaciones Científicas y Técnicas), Mario Pecheny é professor das disciplinas Sociologia da Saúde e Ciência Política na Universidad de Buenos Aires (UBA). Ele também faz parte da rede LIESS (Laboratório Iberoamericano para el Estudio Sociohistorico de las Sexualidades).

Durante as aulas, que ocorrem no Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH) da UFSC, no Centro de Comunicação e Expressão (CCE) e na Casa das Máquinas da Lagoa da Conceição (rua Henrique Veras do Nascimento, 50, Lagoa da Conceição), serão abordadas questões sobre direitos humanos relacionados à gênero, saúde e sexualidade.

O minicurso é aberto à comunidade com aulas ministradas em português e espanhol. A atividade é gratuita e as inscrições já estão disponíveis no link http://ieg.ufsc.br/inscricoes.php

Para receber o certificado de participação de 12 horas de extensão, é necessário comparecer em pelo menos 4 das 5 aulas. Confira a programação e as leituras recomendadas na página do NIGS.

Mais informações pelo telefone (48) 3721-8415 ou pelo e-mail 

Cronograma:

Tema Data Horário Local
Esperar y hacer esperar: escenas de esperas en salud, dinero y amor. 15 de maio 16h30 às 18h Miniauditório do CFH
Políticas sobre sexualidad y actores religiosos en la Argentina, antes y después del Papa Francisco, debate com Tania Welter e Fernando Candido da Silva. 16 de maio 13h30 às 15h Auditório do CFH
Café Antropológico com debate do filme Morango e Chocolate 19 de maio 20h às 22h Casa das Maquinas – Lagoa da Conceição
Balance de las investigaciones sociales sobre sexualidad y género en la Argentina y A.Latina. 20 de maio 10h às 12h Auditório Henrique Fontes do CCE (Bloco B – Térreo)
Contar historias de otros: implicaciones políticas, éticas y metodológicas. 20 de maio 16h30 às 18h Auditório Henrique Fontes do CCE (Bloco B – Térreo)

TRANSDAY 2014

24/10/2014 15:04

 Esta semana NIGS promove a quinta edição do TRANS DAY 

cópia-de-TRANS-DAY-1

A despatologização das identidades trans, com todas suas implicações sociais e políticas, será o foco dos debates que acontecerão no V Trans Day NIGS – Seminário Transfobia, Cidadania e Identidades Trans, que se realizará nos dias 22 e 23 de outubro de 2014, na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Pesquisadores/as que estudam expressões de gênero, ativistas dos movimentos de travestis, transgêneros e transexuais e formuladores/as de políticas públicas se reunirão durante dois dias para compartilhar vivências, reflexões e propostas em torno das problemáticas que atingem à população trans no Brasil. O propósito é aprofundar a troca de saberes entre a universidade, os movimentos sociais e o Estado, visando contribuir para o respeito à cidadania destes grupos sociais através da implementação de políticas públicas inovadoras.

(mais…)

  • Página 2 de 4
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4