Quem somos

brasao_773

NIGS – Núcleo de Identidade de Gênero e Subjetividade.

 

Desde 1991 o Núcleo de Identidades de Gênero e Subjetividades (NIGS) vem desenvolvendo pesquisas relacionadas aos Estudos de Gênero e de Metodologia de Pesquisa. Os projetos de pesquisa nele desenvolvidos têm sido apoiados por diferentes agências financiadoras (CNPq, CAPES, Développement et Paix,Concursos Fundação Carlos Chagas/Ford, Fundação MacArthur, Fundação Ford, Funextensão/UFSC, Ministério da Educação, Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres) e concursos de Dotações para Pesquisa (Mulher e Gênero da Fundação Carlos Chagas/ Fundação Ford, Apoio a Teses Ford/ANPOCS, Metodologia de Pesquisa em Sexualidade IMS/UERJ/FORD). Vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social (PPGAS), à linha de gênero do Doutorado Interdisciplinar em Ciências Humanas (DICH) e ao Curso de Graduação em Ciências Sociais da UFSC,nestes 19 anos de existência, nele foram elaboradas 12 teses de doutorado (PPGAS e DICH/UFSC), 17 dissertações de mestrado (PPGAS/UFSC), 19 Trabalhos de Conclusão de Curso em Ciências Sociais (CSO/UFSC), além de 1 supervisão de Pós-Doutorado. Além dos trabalhos produzidos por sua equipe, o NIGS dispõe de um importante acervo de teses e dissertações sobre gênero e violência que pode ser consultado, com hora marcada, por pesquisadorxs devidamente recomendados por suas instituições. O NIGS mantém diversas parcerias com equipes de investigação de outras universidades brasileiras e europeias, Organizações Não governamentais e movimentos sociais, realizando regularmente eventos acadêmicos, jornadas de estudos e oficinas em torno das temáticas de gênero, direitos reprodutivos, direitos sexuais e violência contra mulher.

Há em torno de 19 pesquisadores atuando sobre a coordenação da Professora Miriam Grossi. Doutorandos, Mestrandos e bolsistas de Graduação.