Convite

14/11/2014 16:04

Peça de teatro marca encerramento das atividades do núcleo este ano

Esta será uma das atividades de encerramento do ano do NIGS. Após o espetáculo haverá debate com o público presente, todos estão convidados.

Esta será uma das atividades de encerramento do ano do NIGS. Após o espetáculo haverá debate com o público presente, todos estão convidados.

Espetáculo solo dirigido por Marisa Naspolini, pós-doutoranda em Antropologia da UFSC e integrante do NIGS, realiza última apresentação quinta-feira.

(mais…)

Gênero e dramaturgia

24/04/2012 22:42

Palestra/performance solo de/com a professora doutora Lucia V. Sander

No dia 26 de abril (quinta-feira), às 18 horas, no Auditório do Bloco Amarelo – Ceart/Udesc. O evento é aberto ao público e gratuito. Acesse as informações do cartaz: Gênero e Dramaturgia

Teatro

12/03/2012 04:03

Quem é Augustine?

Elenco de "Retrato de Augustine" minutos antes de despir-se do figurino para debater a peça com os estudantes da UFSC

Elenco de “Retrato de Augustine” minutos antes de despir-se do figurino para debater a peça com os estudantes da UFSC

O elenco de “Retrato de Augustine” – das dramaturgas Peta Tatit e Matra Robertson – tirou a roupa do figurino e voltou para o palco para discutir a peça com o público logo após apresentação no Sesc Prainha, neste domingo.

As questões apresentadas pelo roteiro foram debatidas com os alunos da professora Miriam Grossi, que também estava presente, mediando as questões de ciência, gênero e psicanálise, ao lado da diretora e responsável pela concepção e tradução da peça Brigida Miranda, que também falou sobre a criação do projeto e bastidores.

Na sinopse, Augustine (Juliana Riechel) é uma jovem de 15 anos do século 19 retratada pela recente tecnologia da fotografia, considerada na época como um registro fiel da realidade. Entre 1876 e 1880, ela é analisada pelo neurologista Jean-Martin Charcot (José Ronaldo Faleiro) – com quem Freud estudaria alguns anos depois. O médico e sua equipe buscam catalogar os ciclos da histeria no Hospital La Salpêtrière, em Paris, por meio de técnicas como a hipnose. Ao longo dos anos, Augustine passa por momentos de lucidez e devaneios, tornando-se uma espécie de “diva da histeria” para a medicina.

Confira mais informações em: http://www.ceart.udesc.br/noticias/2012-02-28_retratodeaugustine.php